segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

Os países mais contemplados com o Prêmios Nobel

Sessão Vale Reprise
Matéria originalmente publicada em 12 de novembro de 2012

O Prêmio Nobel foi instituído pelo químico e industrial sueco Alfred Nobel, e, desde 1901, reconhece pessoas que fizeram pesquisas importantes, criaram técnicas pioneiras e contribuíram para o desenvolvimento da humanidade

Anualmente são distribuídos cinco prêmios (Química, Literatura, Paz, Física e Fisiologia ou Medicina) e mais o Prêmio em Ciências Econômicas.

A distinção, entregue no dia 10 de dezembro de cada ano, em Oslo, na Noruega, consiste em uma medalha de ouro com a imagem de Alfred Nobel gravada, um diploma com a condecoração e um prêmio aproximado de 10 milhões de coroas suecas (cerca de um milhão de euros ou 2,6 milhões de reais). A intenção original do prêmio era de permitir que os seus ganhadores pudessem trabalhar ou pesquisar sem pressões financeiras.

A seguir, os países com o maior número de contemplados com o Prêmio Nobel. 

* Israel considera que 156 judeus foram contemplados com o Prêmio Nobel.

O único brasileiro ganhador do Prêmio Nobel não é brasileiro
Como Assim? Peter Medawar nasceu em Petrópolis, Rio de Janeiro, filho de libanês naturalizado britânico. Aos 14 anos, foi para a Inglaterra completar os seus estudos e, por ter perdido a cidadania brasileira, acabou se naturalizando britânico como o pai. Em 1960, Sir Peter Medawar, zoólogo e imunologista, ganhou o prêmio Nobel de Medicina e Fisiologia  pela descoberta da “tolerância da imunologia adquirida”, mas já não era mais brasileiro.

Importantes ganhadores do Prêmio Nobel
MARIE CURIE. Componente de uma família que levou cinco prêmios Nobel de Física e Química, Marie Curie também é notável por ser a primeira mulher a ganhar o prêmio, em 1903. Naquele ano ela foi reconhecida, ao lado de seu marido e outro cientista, pela sua pesquisa no campo da radiação. Em 1911, ela se tornou a primeira pessoa a ganhar dois prêmios Nobel, quando levou para casa o reconhecimento pela sua descoberta e pesquisa sobre dois novos elementos químicos: o rádio e polônio.
ALBERT EINSTEIN. Sem dúvida um dos cientistas mais famosos do mundo, Einstein ganhou o Nobel de Física em 1921, em reconhecimento ao seu trabalho na área da física teórica, principalmente pela sua descoberta sobre o efeito fotoelétrico.
MARTIN LUTHER KING JR. O ativista pelos direitos civis nos Estados Unidos foi a pessoa mais jovem a ser reconhecida pela Fundação Nobel. Ele ganhou o prêmio Nobel da Paz em 1964, aos 35 anos, pelo seu trabalho para combater a discriminação racial por meios não-violentos.

SIR ALEXANDER FLEMING. Fleming dividiu o prêmio de Fisiologia ou Medicina de 1945 com Ernst Chain e Sir Howard Florey, pela descoberta da penicilina e o seu efeito curativo em doenças infecciosas. Fleming fez a descoberta “acidentalmente”. Observou que algumas de suas amostras estavam contaminadas com um fungo que matava as bactérias da cultura.
JEAN-PAUL SARTRE. O filósofo, escritor e crítico literário francês foi a primeira pessoa a recusar o prêmio em 1964, quando ganhou o Nobel de Literatura. Mesmo assim, ele é reconhecido pela fundação Nobel como o ganhador daquele ano. Sartre, aliás, recusou todos os prêmios oficiais que lhe foram oferecidos durante a vida. Em 1973, o vietnamita Le Duc Tho foi nomeado ao lado de Henry Kissinger, como ganhador do Nobel da Paz, mas Tho também recusou o prêmio.

Lista completa dos países contemplados aqui

Você poderá gostar também 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário